catedral.jpg museuimperial.jpg casadesantosdumont.jpg palaciodorionegro.jpg porticodepetropolis.jpg hotelquitandinha.jpg palaciodecristal.jpg pracadaliberdade.jpg praca14bis.jpg casado7erros.jpg parquenacional.jpg

Origem do nome Grão-Pará

Príncipe do Grão-Pará é um título nobiliárquico brasileiro, pertencente apenas a membros da família imperial do Brasil, criado durante o Primeiro Reinado do Império do Brasil, e concedido oficialmente apenas três vezes ao longo da história (D. Maria da Glória, na qualidade de segunda na linha da sucessão ao trono, como irmã mais velha do Príncipe Imperial D. Pedro de Alcântara (1825 — 1826), D. Luísa Vitória, na qualidade de primogênita da princesa imperial D. Isabel Leopoldina, ainda que natimorta (1874) e D. Pedro de Alcântara, na qualidade de primogênito da princesa imperial D. Isabel Leopoldina (1875 — 1891).

O título fazia referência à então maior província do Império brasileiro, o Grão-Pará.

O título simbolizava a integridade do Império, que compreendia em sua totalidade os antigos Estado do Brasil e Estado do Maranhão, posteriormente denominado Estado do Grão-Pará. Era reservado ao segundo na linha de sucessão ao trono brasileiro.